Número total de visualizações de página

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

BRAGA, NOITE DE SÁBADO, 06 DE DEZEMBRO, COM AMIGOS

Braga já de si é linda... mas no Natal, com as iluminações alusivas, fica ainda mais bela !!!





Depois de um passeio pelo centro histórico apreciando toda a beleza das iluminações de Natal o destino era o Populum para se beber um copo ao som de música, dar um pé de dança e apreciar os "dançarinos" quase profissionais ...





A Adelaide e o Artur Monteiro, companheiros do autocaravismo, chegaram um pouco mais tarde, mas sempre bem dispostos ...











Foi uma parte da "night" muito bem passada tendo acabado na discoteca do Populum que, nesse dia, fazia 22 anos !





A celebração do aniversário era só cerca das 04 horas da manhã pelo que não ficámos até tão tarde.
O Gerente teve a gentileza de, cerca das 02 horas, vir junto a nós com uma garrafa de champanhe e taças para bebermos mas nós agradecemos e não ficámos, saíndo pouco depois.

E pronto foi assim a minha noite de sábado...

FADISTA CARLOS MACEDO EM FORJÃES - ESPOSENDE


Mais uma vez Carlos Macedo ía estar em Forjães e, desta vez, eu não queria perder a oportunidade de o ouvir, ao vivo, e poder abraçar pois a amizade vinha de muito longe... desde a sua juventude, em Lourenço Marques (Moçambique).

Tinha combinado com a amiga Adelaide irmos juntas e assim foi.



Foi uma noite de fado muito bonita e muito agradável, com um auditório completamente replecto e, além dos fados em si a noite foi especial pelo reencontro com o Carlos Macedo.














 A Fadista Filipa, natural da Apúlia, que actuou com o Carlos Macedo. Cantou lindamente, com a sua bela voz.








Houve momentos emocionantes, onde a Madalena também cantou com o Carlos, interpretando o célebre "Peregrino", tão especial para eles...






Tanto o Carlos como a Madalena são pessoas sensacionais e foi gratificante poder abraçá-los.


Várias Moçambicanas se juntaram naquela noite para rever o Carlos Macedo e aqui está também um registo de umas delas, Teresa Pinto e irmã. Houve mais pessoas também dos tempos de Lourenço Marques mas já não estavam na sala quando tirámos estas fotos.


Eu levei um dos "vinil" que tenho do Carlos, em tempos idos... autografado há quase 40 anos, no qual ele agora, gentilmente, tornou a fazer uma dedicatória.





Vou colocar aqui o video do Carlos, com que deu início àquela noite memorável.




domingo, 23 de novembro de 2014

O MÊS DE NOVEMBRO

Este mês é sempre um mês um pouco tristonho embora seja o mês em que faço anos ...

No dia 01 é o aniversário da morte de meu pai que faleceu muito novo, a fazer os seus 52 anos e vítima de doença prolongada, com muito sofrimento, sendo eu uma jovenzinha que tinha acabado o Curso em Coimbra, onde estávamos pois meus pais tinham vindo à Metrópole em "Férias Graciosas" ... Meu pai adoeceu gravemente passados uns meses de termos chegado cá. 
Aqui está a última foto dele, tirada na Beira (Moçambique) na Foto Sousa, pouco tempo antes de embarcarmos, em 1966.


 Augusto Moreira



No dia 11 é o aniversário da morte de minha mãe que faleceu 5 meses após ter feito os seus 90 anos.
Tinha ficado viúva com 52 anos e viveu a sua vida sempre comigo, em minha casa, ajudou-me a criar os meus filhos e depois ainda os meus netos, sobretudo o meu neto mais velho, ainda o Miguel e a Joana embora quase os seus dois últimos anos tivessem sido vividos em Fátima, com a minha irmã, onde veio a falecer e se encontra sepultada. Nesse dia vou sempre a Fátima, ao cemitério.

Ália Moreira


E então é assim, por estas razões, que o mês de Novembro é um mês mais tristonho embora não seja só nestas datas que nos lembremos dos entes queridos mas, é inevitavel, nesses dias haver mais nostalgia e uma lembrança de como tudo se passou !

Bem, passemos então a outra data que acaba sendo no meio destas duas !!! O meu aniversário !


Esta foi a primeira foto do dia...

Nunca gostei de festejar muito o meu aniversário e agora que vou para mais velhota cada vez menos vontade tenho... 

O dia 09, o meu dia de anos, domingo, foi diferenciado pela minha filha, com uma almoço em casa dela onde estive com os meus dois filhos, genro e netos e que foi muito agradável. Simples, sem festas embora com os netos nunca se escape aos tradicionais parabéns e apagar as velas !

A minha neta, a Joana, foi a que registou para a posteridade os meus 67 anos ! Ora vejam que bem ela fotografa...




Esta última já não foi a Joana... ela estava muito ocupada com o Iphone dela e até foi apanhada pelo pai quando me tirou a foto ...

De resto, o mês tem decorrido sem nada de especial, o tempo não tem permitido grandes passeios e está quase a chegar ao fim !

Aproxima-se a quadra natalícia e o réveillon, umas saídas e depois já haverá mais que contar !!!




sábado, 1 de novembro de 2014

A MINHA VIAGEM AO MÉXICO EM OUTUBRO



Estava marcada uma grande viagem para o mês de Outubro, mais uma vez acompanhada pela minha amiga e homónima Graça e, eis que chega num ápice, o dia 06 de Outubro, dia do nosso embarque !
Aqui estamos nós, no Aeroporto de Lisboa, bem cedinho, com tudo pronto para embarcar ...


 Quando escolhemos esta viagem e a marcámos, escolhemos um Programa muito completo pois apesar dos encantos da Riviera Maya nós queríamos muito mais que praia e "bem bom" junto ao mar... Ambas tínhamos curiosidade em conhecer aquele País, os seus costumes, a sua cultura e a sua história. E assim foi, fizémos um belo programa, inseridas num grupo muito agradável, de diversas nacionalidades e idades que no fim nos deixou saudades. O Guia e motoristas mexicanos que nos acompanharam em toda a viagem também foram 5 estrêlas.

No dia 07, começámos pela capital, a cidade do México, onde desembarcámos... O passeio e visita a monumentos teve início logo pela manhã nesse dia, continuando no dia 08, como poderão ver pelas fotos da reportagem que fiz e onde irão ser redirecionados no final do meu texto.














Depois da cidade do México fomos de avião, de novo, ainda no dia 08, com destino a Tuxtla Gutiérrez, capital do estado de Chiapas.

Aqui tínhamos um passeio de barco pelo "Cañon del Sumidero" e que foi um sucesso... 
O rio Grijalva tem 700 Kms de comprimento e vai desaguar no Golfo do México. O nosso passeio foi de 27 Kms e tivémos oportunidade de ver, além de maravilhosas paisagens, os famosos crocodilos, enormes, que metiam medo a olhar para nós, nas margens, abutres, garças, pelicanos, macacos, etc.







Depois do passeio no rio tivémos um almoço típico num restaurante local e seguimos para S. Cristobal de Las Casas, para o Hotel, onde jantámos e dormimos.




No dia 09, em S. Cristobal de Las Casas fomos visitar o típico Mercado, logo após o pequeno-almoço. Aquele Mercado é um dos mais típicos da região e onde, diariamente, centenas de indígenas vêem vender os seus produtos. 





Logo a seguir ao Mercado visitámos a Igreja de Santo Domingo de estilo barroco e que foi fundada em 1547. Lindíssima, não deixem de apreciar as fotos do seu interior...


Seguimos visitando as comunidades indígenas de S. Juan Chamula, onde visitámos a Igreja San Juan Bautista, igreja pagã, onde vimos todo o género de promessas, rituais e sacrifícios de aves, etc. mas, onde é expressamente proibído tirar fotos. Só permitem ao exterior da Igreja e aí está ela, linda muito colorida e enfeitada.


... e a seguir visitámos a comunidade de San Lorenzo de Zinacantan onde existe uma Igreja Católica. Poderão também apreciar as fotos do seu interior.




O almoço foi mais uma vez num restaurante típico, local e o regresso foi a S. Cristobal de Las Casas para jantar e dormida.

No dia 10 o nosso programa incluía uma viagem de 5 horas de autocarro para Palenque, numa estrada montanhosa. Mas, entretanto, o nosso Guia e motorista souberam da marcação de um bloqueio completo dessa estrada, única que liga S. Cristobal a Palenque,  por uma manifestação de camionistas que, com os seus camiões iriam bloquear todo o trânsito durante todo o dia.
Assim, foi-nos sugerido fazer uma madrugada, saíndo do Hotel às 6 da manhã, o que aceitámos, tentanto assim que passássemos antes do bloqueio. 
E assim foi... ensonados lá partimos à hora marcada, era quase noite ! 


O dia começou a romper e a viagem pela montanha foi muito bonita e pudémos apreciar a diversidade de vegetação, mudando sistematicamente, nesta zona chiapaneca. Íamos a caminho das Cascatas de Água Azul.
Acabámos por ser supreendidos, a dado momento, pelo referido bloqueio, corte completo da estrada !
O bloqueio tinha sido iniciado às 06 da manhã e eles diziam que ficavam, e ficaram, até às 18 h. não deixando passar um único veículo!
Não se podiam fazer fotos mas, à sucapa, ainda consegui fazer algumas no momento em que o nosso autocarro teve de parar... aqui se vê a fila enorme à nossa frente.
O camião vinha de "recuo" a tentar voltar para trás ...



 Nesta foto está o Marcelino, o nosso motorista (o de camisa branca), o Eduardo, o nosso guia (o de polo azul escuro) falando com um outro mexicano sobre o bloqueio e tentando saber as previsões do mesmo...



Rapidamente nos transmitiram, depois de terem ido falar com os responsáveis pelo bloqueio da estrada e manifestação que, em consonância com as instruções da Agência, iríamos deixar o nosso BUS, acompanhados pelo Eduardo, atravessar a zona do bloqueio a pé para aí entrarmos em Mini Bus's que já lá estavam à nossa espera para nos levar até ao local das Cascatas para onde íamos, continuando o nosso programa, sem problemas nenhuns. 
O Marcelino com o seu enorme BUS e todas as nossas bagagens passaram o dia ali, na fila, e só ao final do dia quando a estrada foi aberta (às 18H) continuou a viagem e foi ter connosco ao Resort onde já estávamos instalados, cerca das 20H.



Aqui estamos nós a deixar o cómodo autocarro "Volare"... o amor do Marcelino que nos olha, tão triste ...

Nas fotos seguintes somos nós caminhando, ao longo da fila de veículos, para passar a zona do bloqueio onde se encontravam os "chefes"... aí não fiz fotos !




Aqui, já íamos no Mini Bus... já se tinha passado e continuávamos então a nossa viagem.


Bem, nada aconteceu de perigoso nem de problemático pois os manifestantes estavam a reivindicar pacificamente os seus direitos, tinham os camiões parados, às centenas, e alguns cartazes com recados ao Governo e mais nada.

Ao fim de algum tempo chegávamos a este local lindo, lindo, as Cascatas de Água Azul onde também almoçámos num restaurante rústico.





Ao final do dia fomos para o Resort onde mais tarde chegariam as nossas coisas e o Marcelino !

Cheios de calor fomos princepescamente recebidos com um brinde de boas vindas, delicioso !




Gostámos imenso deste Hotel Resort Villa Mercedes ... 
Cerca das 20H, como já disse, chega o nosso motorista, são e salvo assim como toda a nossa bagagem. 
Foi só arranjarmo-nos e seguir para o jantar que foi servido logo de seguida. 

No dia seguinte, após o pequeno-almoço, seguimos para a visita à zona arqueológica de Palenque, considerada uma das mais belas zonas do México. Aqui, entre outros templos, encontramos o Templo das Inscrições, o mais importante de todo o complexo, onde foi descoberto o túmulo de Pakal com a sua famosa máscara de jade. 





As fotos são muitas e poderão apreciar o valor e a beleza desta zona...
O almoço foi no nosso Resort Hotel seguindo depois, da parte da tarde para Campeche.
Aqui estamos as duas preparadas para partir para Campeche...


Nesta viagem, deixando Palenque a caminho de Campeche, a dado momento passamos por cima do rio Uzumacinta que separa os dois Estados. Deixamos o Estado de Chiapas e entramos no Estado de Campeche.



 Ao chegar a Campeche, esta visita ao cair da noite, à Zona dos Monumentos Históricos ( Património da HUmanidade) com as explicações do Eduardo, encantou-nos a todos.




 Havia grandes festividades no Zócalo de Campeche (esta praça principal) onde se vê também a linda Catedral e onde pudémos apreciar muita música, danças tradicionais com trajes lindos de festa.

Depois, como estávamos perto do Hotel onde íamos ficar, a ida foi a pé, muito agradável, tendo nós a oportunidade de ver edifícios, lojas, bares, etc. 
Aqui estamos, a chegar ao Hotel e a degustar o brinde de boas vindas !










Pela manhã, após o pequeno-almoço, partimos em direcção a Mérida mas, durante o percurso íamos visitar mais uma zona arqueológica também importante.

Assim, chegámos à zona arqueológica de Uxmal. 
Esta zona, cujo nome significa "construída em três etapas", é um exemplo da era clássica e pós-clássica Maya. 



Os seus principais edifícios são: a Pirâmide do Adivinho, o Palácio dos Governadores e o Quadrilátero das Freiras.





O almoço foi num restaurante local...






Após o almoço seguimos a viagem com destino a Mérida, cidade conhecida também como a "cidade branca" onde as residências da época colonial, de estilo francês, italiano e árabe, do princípio do século, testemunham a riqueza do seu passado.



Fomos parar no Zócalo de Mérida (praça principal) para podermos observar e visitar os principais monumentos da cidade: a Catedral, o Palácio do Governo, o Palácio Municipal, etc.








Após a visita à cidade o destino foi o Hotel ...





Depois de saboreado o brinde de boas vindas foi subir aos aposentos e fazer a preparação para o jantar...

Após Mérida, no dia seguinte, o destino foi Chichén Itza para a visita à tão conhecida zona arqueológica, capital Maya de Yucatán que floresceu entre o século V e X. 


Visitámos imponentes edifícios das zonas arqueológicas setentrionais e centrais: o Templo de Kukulcan, o observatório, o Templo dos Guerreiros, o Convento das Freiras, etc. 







O almoço foi em Chichén Itza num restaurante lindo, almoço típico, com música e danças típicas da região depois de algum tempo livre ocupado em compras de artesanato e souvenirs...









Daqui em diante foi um salto para a Riviera Maya onde foi passado o resto do tempo da nossa viagem. 
Apesar de ter sido um programa bem completo, muito preenchido e muito bem aproveitado soube imensamente bem depois o relax na Riviera Maya, com aquelas praias e com aquele magnífico Resort onde ficámos e de que gostámos muito "Barceló Premiu" (Barceló Hotels & Resorts).





Nas muitas fotos que fiz poderão ver a categoria de instalações. Eles realmente primam pela categoria ...
A nossa suite, para terem uma ideia, era assim:







As fotos da praia, das zonas envolventes, parques e recintos do resort poderão ver nos álbuns que aqui vou colocar. 
Ficam aqui duas ou três para dar um cheirinho... a água tão quentinha !



Agora um cheirinho da noite, no Hotel... Nós e as tequilas !!!








Nós e alguns dos nossos companheiros italianos... 
Já estávamos lindos ! Só bem animados, pois já íamos na terceira "côr" !!! As tequilas escorregavam bem ...



No final deste pequeno, grande, resumo da viagem só me resta esperar que gostem do que vão ler e ver pois vou deixar aqui "o caminho", o link, para que possam abrir a minha galeria picasa com todas as fotos. 
Os álbuns são 10, tal como os dias... 1 álbum por cada dia da viagem.
Abrindo o link, podem ir vendo, como quiserem, seguindo as datas desde o primeiro dia até ao último.
Clicar  AQUI